Poesias.


Olá gente, hoje irei postar algumas poesias de meu grande amigo e colaborador Arthur (e-mails para: vampiro_armand666@hotmail.com). Muito boas. Confiram:
Estuprei um Anjo.
A Lua resplandecente, prateada;
Refletes nas asas quebradas de um anjo
Que Decai
Persuadido pelos sussurros
Moribundo ingênuo
A Morte é um prato que não serve duas vezes.

Com a mente estuprada
As asas quebradas
Eu me transformei
Em um monstro imortal que pela terra
Castigadamente estarei eu a vagar.

Eu quero que o mundo morra
Pois talvez assim volte a te encontrar
Pois eu sou um anjo
E o anjo vai se vingar.
- Arthur Oliveira
Cálice de Vinho
Bebo desse cálice de vinho
Vermelho enegrecido
Por uma falsa idéia de paraíso.

O Amor é uma pureza
Inalcançável, Inabalável
Que perpetuamos nossa vida a buscá-lo.

E quando percebemos
Nossos cabelos grisalhos pelo tempo
Vemos que essa vaga ilusão
Ira nos acompanhar em nosso esmorecer
Trágico e Cruel.

A Vida veio e me levará com ela
Assim como as rosas que brotam
e murcham todo o verão..

Tento assim encará-la
como uma transcendência
como uma viajem para algum lugar melhor
- Morrer não dói.

- Arthur Oliveira


Participe de nossa comunidade  
Create
your own banner at mybannermaker.com!


12 comentários:

seuvicio 3 de setembro de 2009 15:02  

Achei bem fracos.

kikinhah 3 de setembro de 2009 15:27  

A do cálice de vnho é bonito, não gostei da outra não...

Nocivo 3 de setembro de 2009 16:50  

Creio que morrer dói sim, nem que seja nos outros... "A morte é um prato que não serve duas vezes", o prato não serve? Ou seria: um "prato que não SE serve duas vezes"? Sei que há uma liberdade em se trabalhar com poemas, mas algumas falhinhas gramaticais ferem o sentido.
A temática foi bem trabalhado, bom poema!

Marie 3 de setembro de 2009 16:55  

Vampiro Armand... gosta de Anne Rice? (Eu adoro^^)
gostei das duas e da primeira foto *--*

Rogerio 3 de setembro de 2009 17:09  

Acho que as poesias dele merecem apenas mais alguns toques estéticos, tirando isso são boas.

Não sei Marie, faz assim, pergunto a ele depois e posto aqui, certo?

adenilson 3 de setembro de 2009 17:19  

gostei das duas mas achei q pode melhorar xD~
parabens pelo blog
viasualmente e conteudamente xD~
abraços e ótimo fds.
www.bocadekabide.blogspot.com

Rogerio 3 de setembro de 2009 17:36  

Obrigado Adenilson

Anônimo 3 de setembro de 2009 17:52  

É erros de portugues me perseguem, nunca parei pra revisar minhas poesias, na verdade eu nem posto elas em blog's essa é a primeira vez, eu geralmente faço elas quando preciso liberar algo preso na minha psique me causando desconforto, e sim adoro as historias da anne rice =P

Ananda Andrade 3 de setembro de 2009 18:14  

Muito bom. :]

Léo Volpe 4 de setembro de 2009 16:48  

Pesadas Poesias são geralmente bem vindas. Bom trabalho.

Renan Sparrow 4 de setembro de 2009 21:06  

Sinceramente:
A primeira não me agrado nem um pouco.
A segunda achei legal, porém falta algo a mais nela.
Talvez uma garrafa de vinho ao lado para ajudar a te inspirar

:)

www.renansparrow.blogspot.com

Anônimo 10 de abril de 2013 10:43  

Hey there would you mind sharing which blog platform you're working with? I'm
going to start my own blog soon but I'm having a difficult time selecting between BlogEngine/Wordpress/B2evolution and Drupal. The reason I ask is because your design seems different then most blogs and I'm looking for something
completely unique. P.S Apologies for being off-topic but I had to
ask!

Here is my web-site; Bruchgold verkaufen

Postar um comentário

Frase da semana:

"Os erros de grandes homens... são mais fecundos que as verdades de pequenos." (Friedrich Nietzsche)

Você é o leitor número:

Nossa versão em Inglês: